Sobre o Fim...

 
...Mas se eu tivesse ficado, teria sido diferente? Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais — por que ir em frente? Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia — qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê. Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido. Tinha terminado, então. Porque a gente, alguma coisa dentro da gente, sempre sabe exatamente quando termina.

Caio Fernando Abreu

posted under |

1 comentários:

Ilana disse...

Pois é... melhor um corte profundo que um câncer. No fundo a gente sabe quando de fato é fim, não adianta prolongar, ainda mais quando VOCÊ, sabe que é o fim.

Caio como sempre é caio e escreve tudo o que estamos sentindo. Hoje pela primeira vez, depois de muito tempo, escrevi. Já não sentia necessidade, ultimamente tenho me lido nos textos alheios.


bjuwww, nil

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Sobre o Fim...

| |

 
...Mas se eu tivesse ficado, teria sido diferente? Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais — por que ir em frente? Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia — qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê. Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido. Tinha terminado, então. Porque a gente, alguma coisa dentro da gente, sempre sabe exatamente quando termina.

Caio Fernando Abreu

1 comentários:

Ilana disse...

Pois é... melhor um corte profundo que um câncer. No fundo a gente sabe quando de fato é fim, não adianta prolongar, ainda mais quando VOCÊ, sabe que é o fim.

Caio como sempre é caio e escreve tudo o que estamos sentindo. Hoje pela primeira vez, depois de muito tempo, escrevi. Já não sentia necessidade, ultimamente tenho me lido nos textos alheios.


bjuwww, nil

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Petrolina - PE, Brazil
"Enquanto não houver respostas, continuarei a escrever." Clarice Lispector

Entre 140 caracteres...

    follow me on Twitter
    Tecnologia do Blogger.

    Entre outros...


    Recent Comments